Literatura de Verdade

Um blog sobre livros e notícias. E notícias sobre livros.

Em tempos de Mídia Ninja, uma questão de fundo

leave a comment »

Estamos de olho

As plataformas mudaram e, com as mudanças, veio a impressão de que o jornalismo evoluiu de alguma forma na era cibernética. Em alguns aspectos, talvez, mas na essência a ~nova mídia~ me parece mais antiga (pra lá de 1930) que a ~velha mídia~. Recado de Fradique Mendes, do Eça de Queiroz:

E quem nos tem enraizado estes hábitos de desoladora leviandade? O jornal — o jornal, que oferece cada manhã, desde a crónica até aos anúncios, uma massa espumante de juízos ligeiros, improvisados na véspera, à meia noite, entre o silvar do gás e o fervilhar das chalaças, por excelentes rapazes que rompem pela redação, agarram uma tira de papel e, sem tirar mesmo o chapéu, decidem com dois rabiscos da pena sobre todas as coisas da Terra e do Céu. Que se trate duma revolução de Estado, da solidez dum Banco, duma Mágica, ou dum descarrilamento, o rabisco da pena, com um traço, esparrinha e julga. Nenhum estudo, nenhum documento, nenhuma certeza.

Anúncios

Written by Rodolfo Borges

Agosto 9, 2013 às 4:16 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: